O Estado do Tocantins registrou o primeiro foco de ferrugem asiática na safra de soja 2018/2019. A doença foi encontrada em Gurupi. A notificação foi anunciada hoje (28) por Moab Dias, professora da Universidade Federal do Tocantins e especialista em fitopatologia.

Nesta safra, o MATOPIBA registra apenas três casos de ferrugem asiática. Um citado no Tocantins, e mais dois notificados nos meses de julho e setembro, em Luís Eduardo Magalhães-BA. Todos os 33 alertas em solo brasileiro podem ser encontrados no site do consorcio antiferrugem.

De acordo com a agrônoma, os sojicultores devem ficar atentos à ferrugem asiática. “A chegada foi mais cedo, geralmente ocorre nos meses de janeiro e fevereiro. Isso nos dá uma implicação direta no período de monitoramento”.

Moab ainda alerta que o é preciso utilizar os produtores preventivos de forma consciente. “Façam aplicações preventivas de fungicidas, utilizando o mesmo produto por no máximo duas vezes.  Se necessário, apliquem fungicidas multissitios. E respeitem o período de carência de cada produto, para que possamos ter uma boa safra, com o mínimo de prejuízo possível com a ferrugem asiática”. (Por Marcelo Martin/CR)