Com a constante modernização do agronegócio, a pecuária leiteira teve sua complexidade aumentada, de forma a ultrapassar as porteiras das fazendas e englobar um amplo conjunto de atividades e setores que compõe a cadeia produtiva.

Neste cenário, torna-se essencial que o produtor rural adote uma nova visão administrativa e de gestão dos seus negócios, independentemente do tamanho da propriedade ou do sistema de produção.

A Vallecoop (Cooperativa de Produtores do Vale do Araguaia), vem desempenhando papel importante no crescimento e fortalecimento da produção leiteira no norte do Tocantins. A cooperativa, conta hoje com média de 650 cooperados, no qual cerca de 73, produzem em torno de 8000 L de leite dia.

O sistema cooperativista é um dos fatores que possibilita que produtores de diferentes tamanhos se tornem altamente competitivos. Em outras palavras, o aumento da eficiência produtiva é determinante para a competitividade do setor leiteiro, e, ao enxergar e conduzir a propriedade rural como uma empresa, o gestor entende as particularidades e a importância de cada etapa da produção, do gerenciamento do rebanho até a captação e o escoamento do leite.

Com número de cooperados em crescimento o “poder de barganha” da cooperativa vem ganhando forças perante os laticínios e frigoríficos da região, trazendo assim, benefícios para economia local e o desenvolvimento do produtor rural.