Cenario Rural

Cuidados na desmama de bezerras leiteiras

Sonhar-com-bezerro

A atividade leiteira é altamente dependente da constante reposição de suas matrizes. Isso se faz necessário devido à grande ocorrência de descartes, por inúmeros motivos, tais como: morte por doenças infecciosas de glândula mamária, problemas locomotivos, problemas respiratórios entre outros que acometem os rebanhos leiteiros. Mas dentre as vantagens da atividade, está o fato de que suas repositoras podem ser criadas na própria fazenda, permitindo que elas cresçam adaptadas ao manejo da propriedade. No entanto, a criação de bezerras representa um custo um tanto quanto alto para a atividade, pois necessitam alguns cuidados iniciais que irão garantir que se desenvolvam saudáveis, como: fornecimento de leite, alimentação de boa qualidade, vacinas, limpeza das instalações, entre outros cuidados. Portanto a gestão é extremamente necessária para que se possa reduzir os custos e amenizar o impacto na criação. O aleitamento entra nessa conta, pois deve ser administrado de forma correta para garantir que a bezerra seja nutrida adequadamente a custos mínimos. A atividade leiteira sofre uma polêmica a respeito da separação da cria e das mães logo após o nascimento, mas nem por isso elas deixam de ser bem alimentadas e bem cuidadas, muito pelo contrário, elas devem receber total atenção nesse período. O mais comum é que elas recebam leite na mamadeira por 60 dias, podendo ser estendido até 90 dias, mas, em alguns estabelecimentos a desmama ocorre ainda mais cedo, por volta de 45 dias, o que vai definir é como está a condição corporal e sanitária da bezerra, além da ingestão de alimentos que é muito importante. O custo com o leite para cada bezerra durante a fase de aleitamento gira em torno de R$350,00 a R$400,00 (60 dias x a quantidade de leite ingerida x R$/litro de leite), podendo variar conforme a região e a época do ano. Imagine uma propriedade que tenha em média 5 bezerras no aleitamento, a cada mês os custos variam entre R$1.750,00 a R$2.000,00, esse seria o valor de leite que deixaria de ser entregue e o valor que deixaria de entrar a cada mês. Visto o custo com aleitamento, infelizmente a quantidade de leite fornecida não deve ser reduzida, devendo-se provisionar a quantidade de bezerras a serem criadas na propriedade, realizando a venda do excesso da reposição do plantel. A recomendação é deixar disponível o alimento seco (feno e concentrado) e água já nos primeiros dias, pois o objetivo é que essas bezerras aprendam o quanto antes a consumir fibra e concentrado, mas é claro, ela vai levar entre 20 a 30 dias para ingerir uma quantidade considerável de alimento. Durante esse período ela vai se adaptar a sua nova dieta, essa adaptação é extremamente importante pois vai ajudar a reduzir o estresse causado no momento da desmama. Outra dica além da adaptação de alimentos é a redução da quantidade de leite fornecida nas duas últimas semanas que antecedem a desmama, isso irá permitir que a bezerra aumente o seu consumo de alimento solido e se adapte a ingerir menos leite, por alguns dias ela ainda vai vocalizar nos horários em que ela era acostumada a receber o leite, porém ela está adaptada a consumir alimento e sua exigência energética será suprida, garantindo menos estresse ao jovem animal. Com o sistema Leigado, você pode calcular os custos mensais com aleitamento permitindo você saber o real custo da criação de suas bezerras. Venha fazer um teste gratuito e conhecer as vantagens de um gerenciamento eficiente em sua propriedade leiteira!

Por: Jucemara Rosler, mestranda em zootecnia-UTFPR-DV

OBS: Cálculo do custo de aleitamento *Dias fornecidos de Leite 60; *Litros de Leite fornecido, média para 60 dias 4,5 litros; *Valor usado por litro de leite R$1,40;

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *