Por Matheus Arnold/Cenário Rural

O recadastramento anual obrigatório para as empresas registradas no Serviço de Inspeção Estadual (SIE) iniciou no dia 2 de janeiro e segue até o dia 31 de março. As produtoras de alimentos de origem animal devem procurar a Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) para renovação do selo.

A falta de renovação do registro implica em multa de até R$ 5 mil, interdição do estabelecimento e cancelamento do registro.

O SELO

O Tocantins conta atualmente com 24 empresas registradas no Serviço de Inspeção Estadual (SIE). Entre elas estão frigoríficos, laticínios, entrepostos cárneos e de mel, que são certificadas a produzir os produtos de origem animal em todo município do Estado do Tocantins.

“O recadastramento tem a finalidade de assegurar a qualidade dos produtos comercializados e a segurança alimentar’’, disse o presidente da Adapec, Humberto Camelo, acrescentando que os técnicos da agência executam fiscalização permanente e periódica nessas empresas.

Em 2017, a produção de carne nos cinco frigoríficos registrado no Serviço de Inspeção Estadual (SIE) foi de 12,2 mil toneladas e 724.058kg de produtos cárneos (linguiças, presuntos fatiados, entre outros produtos), resultando no abate de 64.541 animais. Já nos laticínios, foram produzidos 16,5 milhões de litros de leite.

Veja os documentos necessários:

Informações pelo telefone (63) 3218-2138 (Adapec)