A primeira etapa da Campanha de Vacinação contra Febre Aftosa se inicia na próxima segunda-feira (1º) e ocorrerá até dia 31/05. Todos os bovinos e bubalinos, independente da faixa etária, receberão a dose da vacina. Nesta etapa, serão envolvidos 8,6 milhões animais no Tocantins, distribuídos em aproximadamente 56,5 mil propriedades rurais.

A meta do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) é imunizar 198 milhões de bovinos e bubalinos durante todo o mês de maio em 22 estados e no Distrito Federal. O número representa mais de 90% do rebanho do país, de 217,5 milhões de cabeças.

Os altos índices vacinais, aliado às ações de defesa sanitária, tornaram o Tocantins referência nacional contra febre aftosa. Somos habilitados a exportar carnes, produtos e subprodutos para mais de 130 países. Nossa carne é de alta qualidade e tem atraído o interesse de mercados nacionais e internacionais.

De acordo com os dados da Superintendência Federal da Agricultura (SFA-TO), em 2016, o Tocantins exportou 33,1 mil toneladas de carnes e miúdos. Entre os maiores compradores estão: Rússia, Hong Kong, Egito, Emirados Árabes e o Chile. No mesmo ano, os frigoríficos registrados no Serviço de Inspeção Federal (SIF) abateram 939,8 mil cabeças de bovinos.

O produtor rural deverá declarar a vacinação até 10 dias após a compra da vacina, no escritório da Adapec. Vale lembrar que a multa para quem deixar de vacinar é de R$ 5,32 por animal e R$ 127,69 por propriedade não declarada, além de ter a ficha cadastral bloqueada e ficar impedido de movimentar o rebanho.

Cuidados:

Para que o rebanho fique protegido contra a aftosa, os criadores devem ter certos cuidados. Veja abaixo:

  • Compre as vacinas somente em lojas registradas;
  • Verifique se as vacinas estão na temperatura correta: entre 2° C e 8° C. Para transportá-las, use uma caixa térmica, coloque três partes de gelo para uma de vacina e lacre;
  • Mantenha a vacina no gelo até o momento da aplicação. Escolha a hora mais fresca do dia e reúna o gado. Lembre-se: só vacine bovinos e búfalos;
  • Durante a vacinação, mantenha a seringa e as vacinas na caixa térmica e use agulhas novas, adequadas e limpas. A higiene e a limpeza são fundamentais para uma boa vacinação;
  • Agite o frasco antes de usar e aplique a dosagem certa em todos os animais: 5 ml;
  • O lugar correto de aplicação é a tábua do pescoço, podendo ser no músculo ou embaixo da pele. Aplique com calma;
  • Lembre de preencher a declaração de vacinação e entregá-la no serviço veterinário oficial do seu estado junto com a nota fiscal de compra das vacinas.

 

Fonte: Ministério da Agricultura, ADAPEC