Cenario Rural

Senado aprova fabricação de vacinas em laboratórios de produtos veterinários

investigation and research dna, virus, bacteria

Senado concluiu nesta quarta-feira, 23, o processo legislativo para permitir ao governo autorizar o uso de estruturas industriais de fabricação de vacinas de uso veterinário para a produção de imunizantes contra a Covid-19. Aprovado por unanimidade, o Projeto de Lei 1343/2021, é de autoria do senador Wellington Fagundes (PL-MT). Posteriormente o projeto, relatado pelo senador Izalci Lucas (PSDB-DF), vai agora à sanção presidencial.

“Esse é um dos projetos mais importantes para o Brasil porque abre a possibilidade de acabar com a dependência que hoje temos da China e da Índia para produzirmos as vacinas ”, comemorou o senador.

Contudo ele destacou que a proposta vem sendo debatida já há algum tempo no âmbito do Poder Executivo.  A agência, inclusive, já iniciou as visitas técnicas aos laboratórios.

De acordo com dados do Sindicato das Indústrias de Saúde Animal (Sindan), o Brasil dispõe de pelo menos três grandes plantas industriais aptas a produzirem vacinas contra a Covid-19. Esses laboratórios reúnem, segundo a entidade, reúnem também capacidade tecnológica e biossegurança. Desta forma o PL aprovado destaca que a autorização pela Anvisa acontecerá a partir do cumprimento de todas as normas sanitárias. Portanto juntas, essas indústrias podem adicionar – mediante transferência de tecnologia – em torno de 400 milhões de doses de imunizantes em apenas 90 dias.

“Há mais de 20 anos, nós produzimos vacinas a partir de vírus inativado, e nunca tivemos um escape de vírus, nunca tivemos nenhum problema. Hoje, a segurança dessas empresas é total, além da grandiosa capacidade de produção”, afirmou.

 

Por: Canal Rural

Fonte: https://www.canalrural.com.br/noticias/senado-aprova-fabricacao-de-vacinas-em-laboratorios-de-produtos-veterinarios/

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *